Japão em alerta com casos de transmissão da variante ômicron dentro do país

Autoridades japonesas estão em estado de alerta com o início do alastramento da variante ômicron no país.

Infecções pela nova cepa cuja causa não pôde ser rastreada foram identificadas nas províncias de Osaka, Kyoto, Tóquio e Fukuoka. Em todos os casos, os contaminados não estiveram no exterior recentemente.

O primeiro episódio de transmissão dentro do país identificado em Fukuoka foi confirmado no sábado. O paciente esteve em Osaka e Kyoto dois dias antes de desenvolver sintomas. Autoridades investigam se a infecção ocorreu enquanto ele viajava.

A média semanal de novos casos diários de infecções pelo coronavírus está em alta. O risco tende a aumentar nos feriados do Ano Novo já que muitos viajam e se reúnem com familiares.

Os governos de Osaka, Kyoto e Tóquio autorizaram que cidadãos façam exames de graça, mesmo não apresentando sintomas, para conter o risco.

As autoridades estão preocupadas com a possibilidade da variante ômicron se alastrar rapidamente e colocar pressão sobre o sistema de saúde do país. Elas têm trabalhado com governos locais para assegurar leitos e aumentar a capacidade de testes.