Casal processa governo por não reconhecer casamento entre pessoas do mesmo sexo em Taiwan

Um taiuanês e seu companheiro japonês estão desafiando as leis em Taiwan que proibiram o seu casamento. O desenrolar da situação pode abrir o caminho para que mais casais da comunidade LGBTQIA+ possam contrair matrimônio no país.

O japonês Ariyoshi Eizaburo, de 42 anos, e o taiuanês Lu Yin-jen, de 34 anos, processaram o governo municipal de Taipé. Eles entraram com o processo na quinta-feira, exigindo que seu registro de casamento seja aceito. Por duas vezes, o casal submeteu a papelada necessária para registrar seu casamento em uma repartição municipal. As tentativas foram rejeitadas em ambas as oportunidades.

Em maio de 2019, o Parlamento de Taiwan foi o primeiro na Ásia a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. No entanto, a medida não permite a união entre uma pessoa de Taiwan e outra de um país em que esse tipo de união não seja legal. O Japão inclui-se nesse caso.

Ariyoshi e Lu afirmam que desejam ser reconhecidos como uma família.

Um advogado que representa o casal declarou que esta é a primeira vez que um japonês desafia tais leis em Taiwan.