Suga vai pedir apoio de Biden para resolução de sequestros de japoneses pela Coreia do Norte

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, afirmou que, na próxima cúpula nipo-americana, vai fazer um apelo ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para que apoie a resolução da questão dos sequestros de japoneses pela Coreia do Norte.

Na quarta-feira, Suga conversou com um grupo de parentes dos sequestrados, incluindo Yokota Sakie, a mãe da sequestrada Yokota Megumi. O grupo entregou ao premiê uma mensagem endereçada ao líder norte-coreano Kim Jong Un. Na mensagem, o grupo diz que continua determinado a não dificultar o processo de normalização dos laços entre o Japão e a Coreia do Norte, caso todos os sequestrados sejam libertados de uma vez.

Suga Yoshihide declarou que vai pedir a ajuda de Biden para a resolução da questão dos sequestros na cúpula programada para a sexta-feira da próxima semana. Ele disse que vai buscar fazer com que o presidente americano compreenda a importância da questão dos sequestros para o Japão.

Suga ressaltou a importância de o Japão agir energicamente por conta própria visando concretizar a volta dos sequestrados. Ele disse que está pronto para se encontrar com Kim sem nenhuma precondição.

Yokota Sakie afirmou que passou décadas sofrendo por causa do paradeiro de sua filha Megumi. Para ela, fazer com que Megumi volte ao Japão é o único desejo da família.