Ministro japonês promete se empenhar para evitar aumento nos casos de infecção por coronavírus em Tóquio

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão, Tamura Norihisa, disse que irá fazer todo o possível para evitar um novo aumento nos casos de infecção pelo coronavírus em Tóquio.

As províncias de Osaka, Hyogo e Miyagi vêm registrando uma nova elevação no número de infectados. O governo decidiu, na quinta-feira, permitir que as 3 províncias adotem medidas mais rigorosas contra o vírus, sem a declaração de um estado de emergência. A decisão será implementada na próxima segunda-feira por um período de um mês.

Tamura afirmou que o número de casos vem crescendo rapidamente em Osaka no mês em que o estado de emergência foi suspenso, e que não pode ser descartada a possibilidade de uma situação semelhante em Tóquio. O estado de emergência na capital japonesa foi encerrado há cerca de duas semanas.

O ministro disse que o governo central não hesitará em declarar um outro estado de emergência, se houver grande probabilidade de as infecções se propagarem por todo o país. Contudo, acrescentou que tal decisão exige considerações minuciosas, já que a medida irá restringir direitos de indivíduos até um certo nível e afetar a vida das pessoas.