Pescadores de Fukushima despacham primeiras capturas após desastre nuclear

Pescadores da província japonesa de Fukushima, no nordeste do país, despacharam ao mercado suas primeiras capturas após o término dos testes de pesca que se seguiram ao acidente nuclear de 2011.

Pescadores haviam colocado um limite em relação à quantidade e aos tipos de produtos marinhos que podiam ser capturados durante a vigência dos testes, bem como em relação à frequência das pescas. Com o objetivo de avaliar as reações do mercado, os pescadores vinham despachando remessas que passaram nos testes de segurança, feitos em amostras, para substâncias radioativas.

Os pescadores da região passaram a expandir o volume de capturas na quinta-feira. E pretendem aumentá-las gradualmente, ao longo de vários anos, até retomar as operações aos níveis observados antes do desastre nuclear da usina Fukushima 1.

Um pescador disse que estava preocupado que o mercado para peixes capturados ao largo da costa de Fukushima pudesse estar enfraquecido, em partes, devido à queda no número de atacadistas na província desde o acidente nuclear. No entanto, afirmou que quer impulsionar as capturas para ajudar a indústria pesqueira local a se recuperar.