Mídia de Mianmar diz que Aung San Suu Kyi recebe quinta acusação desde o golpe militar

A mídia de Mianmar disse que Aung San Suu Kyi foi acusada de não ter cumprido a lei dos segredos oficiais do país. Esta foi a quinta acusação registrada contra ela desde que foi detida durante o golpe militar do dia 1º de fevereiro.

Na quinta-feira, reportagens da mídia citaram o advogado de Aung San Suu Kyi. As outras quatro acusações incluem importação ilegal de rádios portáteis e uso dos mesmos sem autorização.

Segundo especialistas no assunto, as Forças Armadas estão buscando ressaltar sua legitimidade e impedir que Aung San Suu Kyi retorne à política.

Cidadãos que protestam contra o golpe continuaram a fazer manifestações na quinta-feira. Um grupo local que defende os direitos humanos disse que as forças de segurança mataram cinco pessoas a tiros.

O grupo afirma que o número de mortes nas manifestações desde o golpe já chega a, no mínimo, 543 casos.