Pfizer e BioNTech afirmam que sua vacina é 91% eficaz contra Covid-19

A empresa farmacêutica americana Pfizer e sua parceira alemã BioNTech disseram que sua vacina contra a Covid-19 é mais de 91% eficaz por um período de até seis meses após a aplicação da segunda dose.

Na quinta-feira, as companhias divulgaram os resultados de testes clínicos conduzidos após sua vacina ter recebido, em dezembro de 2020, autorização para uso emergencial da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos.

Dados atualizados de um experimento com mais de 46.000 participantes realizado até o dia 13 de março mostraram que foram confirmados 927 casos sintomáticos da Covid-19. A Pfizer e a BioNTech dizem que desses casos, 850 ocorreram entre participantes que tomaram placebo, enquanto 77 entre aqueles do grupo dos vacinados. Afirmaram, também, que isso corresponde a uma taxa de eficácia de 91,3% na prevenção de casos sintomáticos “avaliados durante sete dias a seis meses após a aplicação da segunda dose”.

Ainda segundo as empresas, os resultados são baseados em dados de mais de 12.000 participantes que foram completamente inoculados há, no mínimo, seis meses.