Mãe de lutadora japonesa que se suicidou vai fundar organização para combater bullying virtual

A mãe de uma lutadora profissional que cometeu suicídio após ter se tornado alvo de assédio online afirmou que vai fundar uma organização dedicada ao combate do bullying virtual.

A lutadora Kimura Hana fazia parte do elenco do popular reality show japonês “Terrace House”, transmitido pela emissora Fuji TV. Ela se tornou alvo de ataques maldosos nas redes sociais por causa de seu comportamento e declarações no programa. Kimura acabou tirando a própria vida em maio do ano passado.

Na terça-feira, a mãe da lutadora, Kyoko, declarou à imprensa que vai fundar uma organização sem fins lucrativos chamada Remember Hana, formada por advogados e especialistas em bullying.

Os membros da organização visitarão escolas para ensinar as crianças como se comunicar online com outras pessoas sem causar danos.

Eles também vão ajudar as vítimas de tais abusos para que sejam encaminhadas até centros de aconselhamento, além de pedir ao governo que monte um sistema de assistência.

De acordo com Kyoko, ataques verbais ocorrem diariamente nas redes sociais. Ela disse que pode levar um bom tempo, mas que espera concretizar um mundo livre de tais atos hostis, como era o desejo de sua filha.