Comitê Olímpico Internacional reduz credenciamento para Jogos de Tóquio

O Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional decidiu que apenas pessoas com funções essenciais e operacionais vão receber credenciais para a Olimpíada de Tóquio.

O COI anunciou na sexta-feira que o governo japonês afirmou precisar de uma redução significativa do número de participantes credenciados que não exercem funções operacionais.

Autoridades do alto escalão responsáveis pelos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio decidiram este mês que não haverá permissão para a participação de espectadores do exterior nos Jogos em razão da pandemia do coronavírus. A decisão foi tomada durante uma reunião de organizadores entre cinco partes envolvidas, incluindo o COI e o governo japonês.

O COI declarou que, após a solicitação japonesa, a entidade cancelou ou reduziu o Programa de Convidados do COI, assim como os convites para atletas olímpicos do passado.

A decisão também se refere aos Jogos Paralímpicos.