Premiê do Japão condena veementemente disparos de mísseis pela Coreia do Norte

O primeiro-ministro japonês Suga Yoshihide condenou veementemente os disparos de mísseis pela Coreia do Norte, chamando-os de uma ameaça à paz e segurança do Japão e da região.

Suga afirmou que seu país protesta firmemente contra os lançamentos, que representam uma violação de resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Ele acrescentou que o governo já confirmou que os mísseis caíram do lado de fora da zona econômica exclusiva do país no Mar do Japão e que é necessário reforçar o alerta e a vigilância.

O premiê japonês disse ter convocado uma reunião de emergência do Conselho de Segurança Nacional. Segundo ele, o governo analisa as intenções por trás dos disparos da Coreia do Norte.

Suga Yoshihide ressaltou sua determinação em proteger as vidas e o modo de vida pacífico dos japoneses, trabalhando em proximidade com os Estados Unidos, a Coreia do Sul e outros países para essa finalidade.