Rússia confirma primeiro caso em seres humanos da gripe aviária H5N8

Autoridades de saúde da Rússia afirmam terem confirmado o primeiro caso no mundo de transmissão de pássaros para seres humanos da estirpe de vírus H5N8 da gripe aviária de alta patogenicidade.

A chefe da agência de monitoramento sanitário do país, Anna Popova, disse no sábado que a Rússia havia reportado o caso para a Organização Mundial da Saúde.

Ela informou que a estirpe do H5N8 havia sido detectada em sete trabalhadores de um aviário no sul da Rússia após ter havido um surto da doença entre as aves do local em dezembro.

Os trabalhadores teriam ficado doentes durante um certo tempo, mas, posteriormente, teriam se recuperado.

Popova pediu por calma, reforçando que não havia nenhum sinal de transmissão entre humanos.

Ela disse que mutações futuras poderiam levar a uma transmissão do vírus de pessoa para pessoa, mas que não está claro ainda o quão cedo isso poderá acontecer.