Tepco retira unidades de combustível nuclear deformadas da piscina de armazenamento na usina de Fukushima

A operadora da usina nuclear Fukushima 1, no nordeste do Japão, que foi danificada após um grande terremoto e tsunami em 2011, retirou 4 unidades de combustível nuclear deformadas da piscina de armazenamento no prédio do reator nº 3. O trabalho faz parte dos esforços para o desmantelamento da usina.

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio, Tepco, diz que iniciou o trabalho de remoção das 4 unidades este mês e concluiu a atividade esta semana. A empresa efetuou a tarefa com um equipamento que desenvolveu em conjunto com uma firma do setor privado. A máquina tem um mecanismo especialmente projetado para agarrar e elevar as unidades de combustível, cujas alças superiores foram seriamente danificadas quando parte do prédio caiu e atingiu as unidades no acidente de 2011.

Em abril de 2019, a Tepco iniciou a transferência de todas as 566 unidades de combustível usadas, incluindo as 4 deformadas, da piscina de armazenamento para uma instalação segura no recinto da usina. A companhia espera retirar todas as 22 unidades que ainda estão na piscina até o final de março.