Premiê japonês participa de reunião do G7 pela primeira vez

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, manifestou aos países do Grupo dos Sete sua determinação de realizar a Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio neste ano.

Os líderes realizaram uma videoconferência na sexta-feira. Foi a primeira cúpula do G7 com a participação de Suga, presidente americano Joe Biden e premiê italiano Mario Draghi.

Em relação à pandemia de coronavírus, Suga afirmou que tem tido determinação resoluta em proteger a vida e a subsistência da população após assumir o cargo em setembro. Ele disse que foi possível aprender muita coisa no ano passado, e que tem implementado o que acredita ser as melhores medidas.

Suga declarou que vacinas constituem chave para conter infecções, acrescentando que acesso justo em países em desenvolvimento é essencial. Ele pediu às nações do G7 que acelerem a distribuição de vacinas e se opunham a medidas protecionistas em questões de saúde. Ele prometeu também aumentar para 200 milhões de dólares a contribuição do Japão em um mecanismo internacional para a aquisição das vacinas.

O premiê japonês disse que a Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio poderão servir como prova de que a humanidade conseguiu superar o coronavírus. Ele afirmou que irá trabalhar com o Comitê Olímpico Internacional para realizar os Jogos de uma maneira segura, e pediu apoio aos outros países.