EUA retornam ao Acordo de Paris sobre mudanças climáticas

Os Estados Unidos estão retornando nesta sexta-feira ao Acordo de Paris sobre mudanças climáticas.

O governo do presidente Joe Biden apresentou um documento à ONU para retornar ao acordo poucas horas depois de ter assumido o cargo no dia 20 de janeiro. Os EUA haviam se retirado do pacto em novembro do ano passado sob o governo do então presidente Donald Trump.

Biden tem como objetivo adotar medidas para que os EUA alcancem emissão líquida zero de gases causadores do efeito estufa até 2050. O país deve apresentar as suas metas de redução à ONU até abril.

O governo de Biden também irá estudar um plano para oferecer fundos a países em desenvolvimento para ajudá-los a diminuir suas emissões.

Os Estados Unidos também irão realizar uma cúpula com líderes de todo o mundo, incluindo aqueles das nações responsáveis pela maior parte das emissões dos gases causadores do efeito estufa, no dia 22 de abril.

Um funcionário do Departamento de Estado declarou à NHK que os países precisam aumentar seus esforços para combater as mudanças climáticas, e que os EUA irão pedir a outras nações que adotem as metas de redução mais ambiciosas possíveis.