Imprensa internacional destaca escolha de Hashimoto na presidência dos Jogos de Tóquio

Órgãos de imprensa do exterior reportaram a escolha de Hashimoto Seiko como presidente do comitê organizador dos Jogos de Tóquio.

A agência Associated Press afirmou que Hashimoto acaba de fazer ainda mais história no Japão, onde a presença de mulheres ainda é algo raro em corpos diretivos e em posições de poder na política. E acrescentou que a nomeação de uma mulher pode ser um avanço para a igualdade de gênero no país.

O jornal americano The New York Times afirma que a escolha de Hashimoto, de 56 anos, representa uma mudança resoluta em termos de geração e de gênero no comando do comitê. Segundo o periódico, a nomeação de Hashimoto também reflete o crescente poder das redes sociais e do ativismo no Japão em mudar o curso desta que foi considerada uma importante e simbólica decisão.

O jornal britânico The Guardian diz que as primeiras missões de Hashimoto serão a de lidar com a forte oposição da opinião pública japonesa em relação aos Jogos e com as crescentes dúvidas a respeito da viabilidade em realizar o evento durante a pandemia do coronavírus.