O que fazer no caso de um terremoto (Parte 2)

Um comitê de especialistas do governo japonês pede à população que permaneça alerta por vários dias, depois de um terremoto de magnitude 7,3 ter atingido as províncias de Fukushima e Miyagi no sábado passado.

Eis alguns conselhos a seguir no caso de um forte terremoto.

A Agência de Meteorologia do Japão emite um alerta de emergência de terremoto antes de um forte tremor. Contudo, às vezes, há muito pouco tempo entre o alerta e o terremoto, ou o alerta pode vir depois do tremor. Seja como for, a prioridade deve ser sempre a segurança.

Se estiver dentro de uma casa ou edifício, você deve:
1) Proteger sua cabeça e ficar debaixo de uma mesa ou de outro móvel resistente;
2) Não ir para fora às pressas;
3) Não correr para a saída se estiver em um local cheio de gente;
4) Sair debaixo de lustres ou luminárias no teto;
5) Sair de um elevador no andar mais próximo.

Se estiver do lado de fora, você deve:
1) Distanciar-se de edifícios para evitar placas, vidro quebrado ou pedaços da construção que podem despencar;
2) Proteger-se dentro de qualquer edifício resistente que encontrar por perto;
3) Prestar atenção em muros de concreto ou máquinas de venda automática que possam cair;
4) Tomar cuidado com pedras caindo ou deslizamentos, e afastar-se de encostas quando estiver nas montanhas;
5) Se estiver dirigindo, diminuir a velocidade gradualmente e ligar o pisca-alerta. Não frear bruscamente. Ao sair do veículo, deixar a chave na ignição.

Na próxima edição, vamos divulgar informações sobre o que você deve procurar fazer depois de um terremoto.