Japão aprova oficialmente vacina para o coronavírus da Pfizer

O Japão aprovou oficialmente a vacina para o coronavírus desenvolvida pela companhia farmacêutica americana Pfizer. A vacina é a primeira a passar pelo crivo do governo japonês para ser utilizada contra o coronavírus no país.

No domingo, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social informou que havia concedido a autorização após um painel de especialistas ter chegado à decisão na sexta-feira. Os especialistas basearem sua decisão nos resultados de testes sobre a eficácia e segurança da vacina.

A Pfizer havia solicitado a aprovação em dezembro.

A vacina será aplicada em pessoas com 16 anos de idade ou mais. Duas doses serão dadas, com um intervalo de três semanas entre a primeira e a segunda dose.

As inoculações devem ser iniciadas já nesta quarta-feira. Profissionais da área médica serão os primeiros na lista para receber as vacinas, seguidos por pessoas idosas.

De acordo com o contrato realizado com o governo, a Pfizer deve fornecer ao Japão doses suficientes para 72 milhões de pessoas até o final deste ano.

Uma outra empresa farmacêutica, a britânica AstraZeneca, requisitou a autorização para o uso de sua vacina para o coronavírus no Japão no dia 5 de fevereiro. A companhia americana Moderna também está realizando testes clínicos com sua vacina no Japão.