Tremor provoca danos em partes do país

O terremoto da noite de sábado no nordeste do Japão causou um deslizamento em uma das principais rodovias expressas na província de Fukushima.

Segundo relato do repórter da NHK que visitou a região, barrancos nas laterais da pista desmoronaram e cobriram um trecho da Rodovia Expressa Joban em Soma, na província de Fukushima. “Podemos ver as cercas de proteção soterradas sob a lama”, afirmou.

Ainda de acordo com policiais da província de Miyagi, o tremor danificou outro trecho de cerca de 10 metros da rodovia.

A empresa East Nippon Expressway afirma que várias vias expressas na região Tohoku estão parcialmente fechadas.

Segundo a companhia ferroviária JR Leste, o serviço da linha Tohoku Shinkansen será suspenso entre Nasushiobara e Morioka no domingo e na segunda-feira. O mesmo ocorre com a linha Akita Shinkansen. Já a Yamagata Shinkansen será interrompida somente no domingo. A empresa informa que serão necessários por volta de 10 dias para restaurar as operações em todas as linhas.

Cerca de 850 mil residências nas regiões Tohoku e Kanto ficaram sem energia elétrica. Contudo, o fornecimento tem sido religado gradualmente.

Ainda segundo representantes do governo, algumas áreas nas províncias de Fukushima e Miyagi estão sem água devido ao rompimento do encanamento.

Abrigos foram abertos em partes das duas províncias e já começaram a receber alguns moradores.