Equipe da OMS enviada à cidade chinesa de Wuhan irá divulgar relatório na próxima semana

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que uma equipe de especialistas, enviada à cidade chinesa de Wuhan para investigar a origem do coronavírus, planeja divulgar um informe resumido na próxima semana.

O chefe da OMS acrescentou que todas as hipóteses "continuam abertas e exigem mais análises e estudos". Ele fez esta declaração na sexta-feira em uma entrevista coletiva com Peter Ben Embarek, que liderou a equipe.

Embarek afirmou ter melhor compreensão sobre o que aconteceu em dezembro de 2019, no início do surto. Contudo, disse também que ainda está longe de identificar a origem do coronavírus.

Os especialistas estiveram em Wuhan entre 29 de janeiro e 10 de fevereiro. Eles investigaram um mercado de peixes e frutos do mar, que se acredita ser o local onde teve início o surto. Eles visitaram também o Instituto de Virologia de Wuhan, conhecido por suas pesquisas sobre coronavírus em morcegos. A administração do ex-presidente americano Donald Trump disse que o vírus pode ter vazado desta instalação.