Governo da China proíbe transmissão da emissora britânica BBC no país

O governo chinês informa que proibiu a transmissão da rede BBC World News no país.

A Administração Nacional de Rádio e TV da China fez o anúncio na sexta-feira. A entidade afirma que a emissora britânica violou a regulação de que notícias devem ser verdadeiras e prejudicou os interesses nacionais da China.

O chanceler britânico Dominic Raab condenou a decisão, considerando-a uma inaceitável restrição da liberdade de imprensa, e disse: “A China aplica algumas das mais severas restrições do mundo sobre a liberdade de imprensa e de internet. A mais recente medida irá somente prejudicar a reputação da China sob o olhar da comunidade internacional”.

A decisão chinesa ocorre após uma série de acontecimentos reportados no Reino Unido este mês. A BBC noticiou que mulheres da etnia uigur haviam sofrido abusos sexuais em campos chineses de reeducação, na Região Autônoma de Xinjiang Uygur. A chancelaria da China afirma que a reportagem não se baseia em fatos de maneira alguma.

A China também expressou forte oposição ao cancelamento por parte do Reino Unido da permissão para que a China Global Television Network continuasse a transmitir sua programação no país.