Painel do Ministério da Saúde do Japão deverá aprovar vacina da Pfizer

Segundo fontes de informação, um painel de especialistas do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão deverá aprovar, nesta sexta-feira, uma vacina contra o coronavírus desenvolvida pela empresa americana Pfizer e sua parceira alemã BioNTech.

Essas mesmas fontes dizem que a decisão do painel será parcialmente baseada em testes clínicos realizados no Japão com 160 japoneses que mostraram aumento no número de anticorpos neutralizantes. O ministério está examinando a eficácia e a segurança da vacina.

Caso o painel dê sinal verde, o ministério deverá aprovar oficialmente a vacina nos próximos dias como a primeira do país contra o coronavírus.

O ministério está planejando permitir, por enquanto, o uso da vacina em pessoas com 16 anos ou mais de idade. Está também considerando proibir a inoculação em pessoas com histórico de fortes reações alérgicas a ingredientes da vacina.

A empresa Pfizer requereu a aprovação da vacina ao ministério em dezembro de 2020. De acordo com um contrato com o governo japonês, a Pfizer deverá fornecer ao Japão doses suficientes para 72 milhões de pessoas até o final deste ano.