Premiê do Japão diz que vacinação contra coronavírus no país terá início na próxima semana

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, afirmou que o governo vai passar a realizar vacinações contra o coronavírus em meados da próxima semana.

Declaração nesse sentido foi feita por Suga durante uma reunião com funcionários governamentais e dos partidos situacionistas na quarta-feira. Ele disse que as inoculações terão início assim que a eficácia e segurança da vacina sejam confirmadas. Suga Yoshihide afirmou que a cooperação dos governos locais, médicos e enfermeiros é absolutamente necessária. Ele prometeu se esforçar ao máximo para a implantação da vacinação.

O premiê também comentou a respeito de sua recente decisão de estender o estado de emergência em Tóquio, Osaka e outras oito províncias. A medida estava prevista originalmente para ser encerrada no último domingo. Ele disse que lamentava muito por impor encargos adicionais à população, mas ressaltou a necessidade de conter o vírus a qualquer custo.

O Japão registrou 121 mortes por coronavírus na quarta-feira, o total diário de mortes mais alto no país até agora. Autoridades sanitárias confirmaram 1.886 novos casos de infecção pelo coronavírus no mesmo dia.