Japão avalia a possibilidade de antecipar o fim do Estado de Emergência

O governo do Japão avalia a possibilidade de encerrar antes de 7 de março o Estado de Emergência que foi declarado para algumas regiões do país com o objetivo de conter a propagação do coronavírus.

Dez províncias japonesas, incluindo Tóquio, estão sob o Estado de Emergência, com data de encerramento estabelecida para 7 de março.

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social, Tamura Norihisa, afirmou: “É verdade que a quantidade de novos casos caiu em relação ao pico. Se for mantido por tempo excessivo, o Estado de Emergência causará não só problemas sociais, como também econômicos. O governo vai tomar uma decisão final depois de levar em consideração vários fatores.”

O número de novas infecções registradas a cada dia está com tendência de queda em diversas partes do Japão. Autoridades comunicaram a existência de mais de 1.600 novos casos no domingo.

Não há, contudo, sinais de decréscimo na quantidade de mortes pela Covid-19. O total diário de óbitos mantém-se elevado desde que foi registrado o pico de 120, no dia 3.

Um número crescente de infecções vem sendo constatado em instituições de atendimento e abrigo de idosos no Japão.