JAL efetua voo usando biocombustível produzido a partir de roupas usadas

A Japan Airlines está recorrendo a uma fonte de energia pouco comum para seus aviões. A empresa está reciclando roupas usadas para criar biocombustível, e efetuou com sucesso seu primeiro teste em um avião de passageiros.

A JAL diz que o voo do Aeroporto de Haneda, em Tóquio, até Fukuoka, no oeste do Japão, foi feito com o biocombustível produzido a partir de roupas usadas.

A companhia aérea se juntou a uma firma japonesa para criar a fonte alternativa de energia, cuja emissão de poluentes é consideravelmente menor em relação aos combustíveis convencionais usados em aviões.

Inicialmente, as empresas extraíram algodão de 250 mil peças de roupas. Posteriormente, usaram fermentação e outros processos para gerar o produto final, considerado o primeiro biocombustível japonês para aeronaves que atende a padrões internacionais.