Japão deve aprovar vacina da Pfizer em 15 de fevereiro

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão está efetuando preparativos para aprovar, em 15 de fevereiro, uma vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Pfizer-BioNTech.

O ministério já assinou um contrato com a Pfizer para receber doses para 72 milhões de pessoas este ano.

Na semana passada, a farmacêutica submeteu ao ministério dados de ensaios clínicos da vacina no Japão.

O ministério planeja realizar uma reunião de especialistas em 12 de fevereiro para obter conselhos e decidir se aprova ou não a vacina.

Se o painel der sinal verde, o ministro da Saúde, Tamura Norihisa, deve emitir aprovação oficial em 15 de fevereiro.

Autoridades afirmam que a vacina, caso seja aprovada, será ministrada somente às pessoas com 16 anos ou mais de idade por enquanto.

Elas devem também pedir às pessoas com histórico de reações alérgicas graves a quaisquer substâncias da vacina que evitem tomar a dose.

O Ministério da Saúde diz que irá informar os governos locais, o quanto antes, sobre as pessoas qualificadas para tomar a vacina e quando poderão começar a aplicá-la após ser aprovada oficialmente.