Equipe de especialistas da OMS visita organização do Partido Comunista chinês em Wuhan

Uma equipe de especialistas da Organização Mundial da Saúde encarregada de tentar identificar as origens da pandemia de coronavírus visitou uma organização comunitária do Partido Comunista da China, na cidade de Wuhan.

Na quinta-feira, os especialistas inspecionaram a área administrada pela organização. Acredita-se que a equipe da OMS tenha conversado com e ouvido as autoridades relevantes do local. Detalhes dos diálogos não foram revelados.

A imprensa chinesa relata que medidas notáveis foram tomadas para prevenir infecções na região, quando Wuhan se tornou o epicentro inicial do surto de coronavírus.

Autoridades chinesas aparentemente organizaram a visita de forma a destacar os esforços de Pequim na contenção do vírus em seus estágios iniciais. Parece haver uma tentativa de desviar as críticas internacionais de que a resposta incial chinesa foi vagarosa.

Na quarta-feira, os especialistas da OMS visitaram o Instituto de Virologia de Wuhan, laboratório que esteve em meio a uma controvérsia sobre a origem do vírus. Mas a missão também incluiu vistorias a uma exposição sobre como a China conteve o surto de maneira satisfatória, bem como a outros locais, em aparente convergência com os esforços publicitários chineses.