Número de trabalhadores estrangeiros no Japão atinge marca histórica

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão afirmou que o número de trabalhadores estrangeiros no país atingiu uma marca histórica.

Empregadores registraram um total de 1,72 milhão de trabalhadores até outubro do ano passado. Trata-se de uma alta de 4% em relação a um ano antes, embora o ritmo de crescimento tenha caído 9,6 pontos.

Por nacionalidade, trabalhadores do Vietnã perfizeram o maior grupo, com 444 mil. Chineses contabilizaram 420 mil e filipinos, 185 mil. Pela primeira vez, os vietnamitas encabeçaram a lista.

O setor de saúde foi o que contratou no ritmo mais veloz, registrando um aumento de 26,8% no número de empregados estrangeiros em comparação a outubro de 2019. A construção civil veio em seguida, com 19%.

Por outro lado, hotéis e restaurantes contrataram 1,8% menos do que antes. Esse foi o primeiro recuo do setor desde que o governo passou a obrigar empregadores a registrarem sua mão de obra estrangeira em 2007.

Segundo o ministério, os dados realçam como o impacto da pandemia de coronavírus varia enormemente entre indústrias.