Japão deverá estender estado de emergência para 10 províncias

O governo do Japão irá estender nesta terça-feira o estado de emergência para o coronavírus por mais um mês em Tóquio, Osaka e outras 8 províncias.

Na noite de segunda-feira, o primeiro-ministro Suga Yoshihide informou a repórteres que, apesar de os casos de coronavírus estarem diminuindo, o país ainda precisa permanecer vigilante.

O estado de emergência atualmente em vigor cobre 11 províncias e tem prazo de validade até 7 de fevereiro. O governo irá estender este prazo para quase todas as localidades, excluindo apenas a província de Tochigi, ao norte de Tóquio, devido à redução no número de casos e à melhora na condição de assistência médica.

O governo planeja manter a medida em vigor para as outras 10 províncias até o dia 7 de março. Entretanto, autoridades governamentais afirmam que estarão preparadas para antecipar a suspensão do estado de emergência caso confirmem que a situação tenha melhorado nestas regiões.

Após ouvir a opinião de um painel de especialistas sobre o plano, o governo deve levá-lo a uma reunião do comitê relevante no Parlamento, a qual contará com a presença do primeiro-ministro. Uma decisão formal deverá ser tomada em um momento posterior, durante uma reunião da força-tarefa para o coronavírus do governo.

Suga então realizará uma coletiva de imprensa para explicar os motivos por trás da extensão. Ele deve solicitar a restaurantes e bares que mantenham seu horário de funcionamento reduzido, como também pedir à população que continue evitando sair em casos não essenciais.