Forças de Autodefesa do Japão chegam à ilha de Okinawa afetada por coronavírus

As Forças de Autodefesa do Japão começaram a oferecer auxílio médico à população de uma ilha de Okinawa afetada pelo coronavírus.

A cidade de Miyakojima, com cerca de 55 mil habitantes, registrou mais de 110 casos no período de cinco dias até sábado. Por causa do sistema de saúde da cidade sobrecarregado, o governo provincial de Okinawa solicitou que enfermeiros das Forças de Autodefesa fossem enviados à localidade.

Cinco enfermeiros chegaram a uma instalação para idosos da cidade no domingo. Na instalação, 40 pessoas, incluindo 27 residentes, tinham sido confirmadas como tendo contraído o vírus até sábado. A maioria dos infectados está em processo de recuperação no local.

Todos os enfermeiros testaram negativo para o vírus antes de serem enviados à cidade. Eles vão ajudar as pessoas infectadas oferecendo medicação, banho e comida, além de monitorar suas condições de saúde.

Uma enfermeira disse que a equipe irá fazer o possível para ajudar os infectados e funcionários da instalação, ao mesmo tempo em que se empenha para evitar que os membros do grupo sejam contagiados.