Biden e Putin concordam em estender tratado de armas nucleares

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, concordaram em estender o último tratado de armas nucleares que continua em vigor entre os seus países.

Os dois líderes conversaram por telefone pela primeira vez desde que Biden assumiu o cargo de presidência na semana passada. O New START, ou Tratado de Redução de Armas Estratégicas, foi o foco das conversações, uma vez que o acordo deverá expirar no dia 5 de fevereiro.

A Casa Branca disse que as duas partes concordaram em trabalhar urgentemente para estender o pacto por mais cinco anos, e que o Kremlin recebeu a medida de bom grado.

O tratado, firmado em 2010, é amplamente referido como o pilar do controle global de armas. Ele limita o número de ogivas nucleares estratégicas, mísseis e bombardeiros que as duas maiores potências nucleares do mundo podem instalar.

Os Estados Unidos e a Rússia não conseguiram diminuir suas diferenças sobre a extensão durante o governo do ex-presidente americano Donald Trump, que queria anexar condições ao acordo.