Japão passa a suspender entrada de todos os estrangeiros a partir de quinta-feira

O governo japonês vai suspender, em princípio, a entrada de todos os estrangeiros, com início na quinta-feira (14), já que os casos de coronavírus continuam se disseminando pelo mundo.

O Japão havia anteriormente concedido permissão para a entrada de pessoas de negócios ao país, provenientes de dez países asiáticos, incluindo China e Coreia do Sul, além de Taiwan. A permissão foi mantida mesmo após variantes do vírus, que acredita-se serem mais transmissíveis, terem sido detectadas em certos países.

Agora, o governo japonês decidiu pela suspensão completa da entrada de estrangeiros, já que os casos de coronavírus têm aumentado no Japão. A medida vai continuar durante a vigência do estado de emergência para certas províncias, que deve durar até o dia 7 de fevereiro.

Cidadãos japoneses podem retornar ao Japão. Estrangeiros que residem no país têm permissão de reentrar. Serão admitidos também aqueles que tenham motivos especiais tais como comparecer a funerais ou nascimentos de parentes.

Pessoas que se encaixem nessas situações são solicitadas a permanecer em casa ou em acomodações designadas por 14 dias e registrar seus dados de localização. Caso violem a regra, o governo pode considerar revelar o nome dos indivíduos bem como revogar o status de residente daqueles que o possuem.