Governo japonês vai expandir estado de emergência

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, declarou, na quarta-feira, que vai expandir o estado de emergência em sete outras províncias, em meio ao aumento das infecções pelo coronavírus. As províncias adicionais são: Osaka, Hyogo, Kyoto, Aichi, Gifu, Fukuoka e Tochigi.

Atualmente, o estado de emergência abrange Tóquio e três províncias vizinhas: Kanagawa, Chiba e Saitama. A medida passou a vigorar na sexta-feira passada.

Sob o estado de emergência, a população deve se abster de realizar saídas não essenciais e deve contribuir para reduzir o número de pessoas que se deslocam de casa para o trabalho em 70% por meio do trabalho remoto, caso seja possível. Bares e restaurantes devem encurtar seus horários de funcionamento. O comparecimento do público em eventos de diversos tipos também será limitado.

O estado de emergência continuará em vigor até o dia 7 de fevereiro.