Secretário-geral da ONU pretende servir segundo mandato

O português António Guterres pretende servir um segundo mandato como secretário-geral das Nações Unidas.

O porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, disse à mídia na segunda-feira que Guterres havia informado sua intenção ao presidente da Assembleia Geral da organização, Volkan Bozkir. Guterres teria dito numa carta a Bozkir que “ele está disponível para servir um segundo mandato” caso isso seja “o desejo dos estados-membros". Guterres enviou uma carta parecida ao presidente do Conselho de Segurança.

Guterres foi primeiro-ministro de Portugal e Alto-Comissário das Nações Unidas para Refugiados. Ele se tornou o nono secretário-geral da ONU em janeiro de 2017 e seu atual mandato termina no final deste ano.

A posição mais alta da ONU é geralmente mantida por dois mandatos consecutivos. Se Guterres for reeleito ele continuará encarando desafios como a disparidade entre ricos e pobres na comunidade internacional e o aquecimento global.