Democratas da Câmara dos Representantes dos EUA apresentam resolução de impeachment contra Donald Trump

Deputados democratas da Câmara dos EUA apresentaram uma resolução de impeachment contra o presidente Donald Trump na segunda-feira.

Os democratas criticaram Trump por sua influência na invasão do Capitólio na semana passada. O artigo do impeachment declara que Trump incitou violência contra o governo e que ele continuará a ser uma ameaça para a segurança nacional e a democracia.

Espera-se que a resolução seja aprovada na Câmara dos Representantes, na qual os democratas são maioria, o que tornaria Trump o primeiro presidente na história dos EUA a sofrer impeachment duas vezes. O primeiro impeachment de Trump ocorreu em dezembro de 2019 por conta de alegações de que ele teria pressionado indevidamente a Ucrânia.

Caso seja aprovado na primeira etapa, o processo será encaminhado para o Senado, no qual é realizado um julgamento. São necessários dois terços dos votos do Senado para condenar e retirar o presidente, o que faz com que a remoção de Trump do cargo seja improvável.

É extremamente raro que um procedimento de impeachment contra um presidente seja iniciado quando restam menos de 10 dias para o fim de seu mandato.

Ao mesmo tempo, o Departamento Federal de Investigação dos EUA (FBI) está alertando para a possibilidade de protestos armados em todos os 50 estados e na capital Washington durante os dias que precederão a inauguração do presidente-eleito Joe Biden, a qual ocorrerá no dia 20 de janeiro.

Na segunda-feira, a mídia americana reportou que um boletim interno do FBI estaria avisando às autoridades relevantes que protestos armados estão sendo planejados entre os dias 16 e 20 de janeiro.