Ativista pró-democracia de Hong Kong, Joshua Wong, é detido sob lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong afirmou ter detido mais duas pessoas sob a suspeita de terem violado a lei de segurança nacional do território.

As prisões foram anunciadas na quinta-feira. Segundo fontes de informações, os detidos são os ativistas pró-democracia Joshua Wong e Tam Tak-chi. Ambos são acusados de subversão e já se encontravam sob a custódia da polícia no momento da detenção.

Wong tem estado atrás das grades desde que recebeu a sentença de prisão no mês de dezembro passado por ter incitado e participado em um protesto fora do quartel-general da polícia em 2019. Tam tem estado detido após ter sido indiciado por distintas acusações.

A polícia diz que as últimas detenções se devem a uma votação não autorizada organizada por ativistas pró-democracia para escolher candidatos em uma eleição do Conselho Legislativo que era para ser realizada em setembro, mas que foi adiada.

A polícia prendeu 53 pessoas sob a mesma acusação na quarta-feira. A maioria delas foi liberada entre a noite de quinta-feira e de manhã cedo desta sexta-feira.

Especialistas no assunto e até mesmo alguns personagens influenciadores pró-China dizem que poderá ser difícil manter as acusações contra os ativistas.