Estado de emergência entra em vigor a partir desta sexta-feira em Tóquio e três províncias vizinhas

O governo do Japão declarou estado de emergência para Tóquio e três províncias vizinhas em tentativa de conter o aumento de casos de coronavírus.

O primeiro-ministro Suga Yoshihide afirmou: “A rápida disseminação da Covid-19 em todo o país criou uma situação que pode causar um grave impacto na vida da população e na economia. Deste modo, declaro estado de emergência com base na legislação de combate ao vírus.”

A declaração cobre a capital, assim como as províncias de Kanagawa, Saitama e Chiba e passa a ter efeito nesta sexta-feira (8), com vigência até 7 de fevereiro. O estado de emergência é menos rígido no Japão do que em muitos países ocidentais. Durante o período, governadores das províncias têm autoridade legal para requisitar a cooperação dos moradores nos esforços de prevenção.

Bares e restaurantes são solicitados a fechar às 20h e a parar de servir bebidas alcoólicas uma hora mais cedo. Moradores são requisitados a evitar saídas não essenciais após as 20h. Também pede-se que empresas incentivem o trabalho remoto e reduzam a quantidade de funcionários nos escritórios em 70%. O número de espectadores em eventos ao vivo deve ser limitado à metade da capacidade, sem ultrapassar um total de 5 mil pessoas. Escolas, no entanto, não foram solicitadas a fechar.

Após a declaração de estado de emergência, o premiê japonês realizou uma coletiva de imprensa para pedir a cooperação da população.

Suga afirmou: “A pandemia de coronavírus está se tornando pior do que jamais imaginávamos, mas acredito que podemos superar esta situação. Para isso, não temos escolha a não ser pedir que a população restrinja, mais uma vez, seu estilo de vida. Estamos determinados a melhorar a situação no período de um mês. Na função de premiê, darei o meu melhor e tomarei qualquer medida possível para evitar o alastramento das infecções.”

Suga acrescentou que o governo espera começar a vacinação já no mês de fevereiro. E disse estar determinado a realizar as adiadas Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio no verão deste ano no Japão.

A declaração de estado de emergência foi anunciada em meio a um aumento nos casos diários de infecção pelo vírus.

Na quinta-feira, a contagem de casos em um único dia no Japão ultrapassou a marca de 7 mil pela primeira vez. Cerca de metade deste total foi registrada na região de Tóquio e arredores, incluindo um recorde de 2.447 novos casos na capital japonesa.

As províncias de Aichi e de Osaka também enfrentam dificuldades com o aumento no número de infecções. Os governadores de ambas consideram pedir que o governo central também declare estado de emergência para as duas províncias.