Irã diz que pode interromper enriquecimento de urânio a 20% caso sanções dos EUA sejam suspensas

Um diplomata iraniano de alto escalão afirmou à NHK que seu país vai descontinuar o enriquecimento de urânio a 20% de pureza caso as sanções dos Estados Unidos contra o Irã sejam suspensas.

Na quarta-feira, o vice-ministro das Relações Exteriores, Abbas Araqchi, concordou em conceder uma entrevista exclusiva a um órgão de imprensa estrangeiro pela primeira vez desde que Teerã começou o enriquecimento de urânio a 20%. A medida viola de maneira significativa o acordo nuclear de 2015 firmado com grandes potências.

Araqchi apontou que os iranianos têm sofrido os efeitos das sanções americanas pelos últimos quatro anos. Disse que, na função de diplomata, “não perderia um minuto sequer para garantir que as sanções sejam suspensas novamente”.

Afirmou também que se as sanções forem suspensas e o Irã puder se beneficiar do acordo nuclear, o país voltará a cumprir suas obrigações e acrescentou que “o enriquecimento a 20% pode ser fácil e rapidamente revertido”.