Equipe de especialistas da OMS não tem sua entrada autorizada na China

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse ter ficado decepcionado após uma equipe internacional de especialistas não ter tido sua entrada na China aprovada.

A OMS havia feito os preparativos para enviar uma equipe investigativa à China nesta semana para estudar as origens do coronavírus e o que aconteceu durante os estágios iniciais do surto no país.

Na terça-feira, Tedros Adhanom Ghebreyesus disse a repórteres que dois membros da equipe já estavam a caminho da China, mas que as autoridades chinesas não haviam finalizado as permissões necessárias para sua entrada no país.

Tedros disse “estou extremamente decepcionado com esta notícia, considerando que dois dos especialistas já haviam dado início a sua jornada e os outros não puderam viajar em cima da hora”.

O diretor-geral da OMS disse ainda que ele havia exortado as autoridades chinesas a garantir uma entrada tranquila dos especialistas ao país para que sua missão pudesse ser iniciada o mais cedo possível.

O diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS, Michael Ryan, disse que um dos especialistas a caminho já estava retornando, enquanto o outro está em trânsito em um outro país.