Ministério da Saúde do Japão pede que faculdades de enfermagem enviem estudantes a hospitais

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão pediu a faculdades de enfermagem de todo o país a enviarem estudantes e pessoal com licença de enfermagem a hospitais.

Esta solicitação ocorre tendo em vista que as instituições médicas em todo o Japão enfrentam dificuldades com a falta de enfermeiros por conta do aumento de infecções por coronavírus. A escassez está também afetando a capacidade das instituições de fornecer serviços médicos regulares.

O ministério solicitou a cerca de 280 faculdades e universidades com programas de enfermagem o envio de estudantes graduados e membros do quadro docente que tenham certificação de enfermeiros. Eles vão trabalhar em hospitais e instalações que estão aceitando pacientes de Covid-19.

Os estudantes e outras pessoas qualificadas estão sendo pedidos a se registrarem em “centros de enfermeiros” designados pelo governo provincial. Os centros vão enviá-los às instituições médicas com base em sua disponibilidade e preferência, e as remunerações serão feitas pelos hospitais ou governos provinciais.

Funcionários do Ministério da Saúde dizem que o sistema médico da nação se encontra sob pressão maior do que nunca e, em algumas regiões, está entrando em uma fase crítica. Acrescentaram que compreendem que as escolas envolvidas em ensino de enfermagem também estão passando tempos difíceis, mas que sua cooperação é indispensável.