Organização da Paralimpíada de Tóquio avalia precauções adicionais contra infecções

Organizadores da adiada Paralimpíada de Tóquio estão enfrentando desafios provocados pela pandemia do coronavírus, pois alguns atletas, especialmente aqueles com problemas respiratórios, possuem um risco maior de desenvolvimento de sintomas graves quando infectados.

A abertura dos Jogos Paralímpicos de Tóquio está marcada para 24 de agosto, 16 dias após o encerramento da Olimpíada. Com uma duração de 13 dias, a paralimpíada deve contar com a participação de cerca de 4.400 atletas.

Organizações internacionais de várias modalidades esportivas e o Comitê Paralímpico Internacional estão trabalhando na elaboração de medidas para mitigar os riscos de infecção.

Eles estão avaliando formas específicas para proteger os atletas, incluindo como manter o distanciamento entre eles, como blindar contra gotículas e como desinfetar equipamentos.