Japão enfrenta desafios para a recuperação da economia

Muitos analistas afirmam que a economia japonesa, que foi duramente prejudicada pela pandemia do coronavírus, vai voltar aos trilhos para a recuperação este ano. Contudo, eles acrescentaram que a previsão do governo de que a economia vai retornar ao patamar anterior à pandemia até o primeiro semestre de 2022 parece improvável.

De acordo com estimativas elaboradas por 35 economistas do setor privado e que foram reunidas pelo Centro para Pesquisa Econômica do Japão, haverá uma retração econômica de 5,37% em termos reais para o ano fiscal de 2020, que termina em março. Contudo, esperam um crescimento de 3,42% no ano fiscal de 2021.

Eles apontam que o consumo vai aumentar à medida que as restrições econômicas forem gradualmente amenizadas e que haverá também um aumento nas exportações, incluindo componentes eletrônicos para a China e automóveis para os Estados Unidos.

A previsão para a taxa de crescimento referente ao ano fiscal de 2021 é a mais alta desde que dados equivalentes começaram a ficar disponíveis, em 1995. Ainda assim, trata-se de uma previsão menor que a taxa de cerca de 4% projetada pelo governo.