Atividades de ano novo têm início no Japão em meio à pandemia de coronavírus

Em todo o Japão, as pessoas celebraram o Ano-Novo em meio a medidas reforçadas para evitar a propagação do coronavírus.

A pandemia colocou rédeas na tradição de visitar santuários nas primeiras hora do dia 1º de janeiro.

O Santuário Meiji, em Tóquio, abriu suas portas às 6 horas. Pessoas usando máscaras se encontravam no local, mantendo uma distância de um metro uma da outra, para jogar moedas em uma grande caixa de oferendas.

Os visitantes podem comprar amuletos em forma de flecha e outros artigos no santuário, mas não têm permissão de tocar nos itens antes de comprá-los.

As lojas de departamentos se preparam para começar as vendas especiais de ano novo, em especial das famosas “sacolas da sorte”. Para evitar aglomerações, sacolas contendo produtos alimentícios são vendidas em um piso distinto ao da seção de alimentos. Uma loja de departamentos colocou cerca de 70% das sacolas de sorte à venda no fim do ano passado como forma de reduzir aglomerações.