Aeroporto de Haneda, em Tóquio, registra presença de poucos passageiros

Este ano, o Aeroporto de Haneda, em Tóquio, não tem registrado as mesmas multidões de fim de ano, em meio à pandemia de coronavírus.

Somente alguns grupos de famílias e outros viajantes foram vistos no terminal 1 para voos domésticos na quarta-feira de manhã.

Com o alastramento das infecções, as companhias aéreas dizem que havia assentos vagos em quase todos os voos na quarta-feira, diferentemente do que tem ocorrido nos últimos anos.

A suspensão da campanha do governo para incentivar o turismo doméstico contribuiu para o cancelamento de reservas de voos.

Segundo a Japan Airlines (JAL), cerca de 450 mil pessoas efetuaram reservas para voos entre os dias 25 de dezembro e 3 de janeiro. Isso representa por volta de somente 40% em relação aos números do ano anterior.

Uma mulher com voo marcado para sua cidade natal na província de Kumamoto afirmou que não vê sua mãe há cerca de um ano por causa da pandemia. Disse que aguarda ansiosamente para se encontrar com ela no hospital, mesmo que seja apenas por alguns minutos.