Grupo de apoio oferece ajuda para pessoas que perderam emprego por causa do coronavírus em Tóquio

Um grupo de apoio que inclui advogados presta consultas em Tóquio para pessoas que perderam o emprego ou parte dos ganhos por causa da pandemia de coronavírus.

As consultas tiveram início às 10h de terça-feira no Parque Okubo, localizado na região de Kabukicho, que concentra casas de entretenimento no distrito de Shinjuku, em Tóquio. Membros da Associação Japonesa de Advogados Trabalhistas e de sindicatos trabalhistas encontram-se no local para oferecer aconselhamento.

Entre as pessoas que se consultaram estava um homem na faixa etária dos 40 anos que tinha somente 100 ienes, ou menos de um dólar, no bolso. Ele tem passado as noites em lan-houses após ter perdido o emprego em uma empreiteira.

Organizadores do evento oferecem ajuda como, por exemplo, procedimentos para inscrição em moradias temporárias fornecidas pelo governo metropolitano de Tóquio. Eles também providenciam refeições e dinheiro vivo para necessidades diárias.

Um levantamento do governo revelou que quase 80 mil pessoas perderam o emprego por causa da recessão econômica provocada pela pandemia. O advogado Natsume Ichiro, um dos organizadores do evento, afirmou querer que as pessoas passem o Ano-Novo em segurança com o apoio fornecido. Natsume acrescentou que quer que as pessoas não hesitem em se consultar ou procurar ajuda para conseguir moradia e encontrar emprego.

O serviço de consultas também será oferecido das 10h às 17h, nos dias 30 de dezembro (quarta-feira) e 2 de janeiro (sábado). Uma sala de reuniões exclusiva para mulheres e consultas para trabalhadores estrangeiros também estão disponíveis.