Premiê japonês promete garantir cuidados médicos durante feriados do fim e início de ano

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, disse que o governo vai trabalhar para garantir que os serviços de saúde estejam disponíveis para lidar com as infecções por coronavírus durante os feriados de final e início do ano.

Suga fez a declaração na segunda-feira, durante uma reunião de uma força-tarefa do governo convocada para discutir medidas contra o vírus. Ele disse que o governo irá assegurar que os testes para o vírus e os serviços médicos estejam disponíveis para quaisquer pessoas que os necessitem durante os feriados.

O premiê também disse que o governo se empenhará para garantir que consultas em centros públicos de saúde possam ser feitas 24 horas por dia. Ele acrescentou que o governo vai trabalhar com as associações médicas locais de forma que os cidadãos possam ter acesso aos atendimentos necessários em clínicas de emergência para feriados ou em instituições médicas que operam em sistema de rodízio.

Suga observou que os países ao redor do mundo se deparam com uma situação severa por conta da pandemia. Ele mencionou ter dito aos seus ministros que não se deve afrouxar a luta contra o vírus durante o fim de ano. Também renovou o seu pedido de que todos passem os feriados do Ano Novo sem grandes celebrações.