Lista de procurados por violação da lei de segurança nacional é divulgada em Hong Kong

Órgãos de imprensa em Hong Kong relatam que 30 pessoas que vivem no exterior estão em uma lista de ‘procurados’ por suspeita de violação da lei de segurança nacional para o território.

A imprensa de Hong Kong, bem como a emissora estatal chinesa Central Television afirmam que indivíduos que agora residem no Reino Unido, nos Estados Unidos e em outros países são acusados de incitar separatismo ou de participar de conluio com forças estrangeiras em ameaça à segurança nacional.

Indivíduos que fazem parte da lista incluem o ex-legislador de Hong Kong Ted Hui, que foi acusado por interromper os procedimentos do conselho legislativo. Hui viajou para a Europa após ter sido libertado sob fiança, e anunciou ainda este mês que estava em busca de exílio.

Nathan Law, um destacado ativista pró-democracia que se mudou para o Reino Unido, também está na lista.

Protestos pró-democracia em Hong Kong têm sido fortemente reprimidos desde que a lei entrou em vigor no território em junho.

Ademais, autoridades estão intensificando a repressão de atividades fora de Hong Kong, já que a lei estipula que atos no exterior e estrangeiros também podem ser processados.