Governo do Japão passa a proibir ingresso no país de estrangeiros não residentes

O governo do Japão passou a proibir o ingresso no país de estrangeiros não residentes para prevenir o contágio com variantes do coronavírus.

A medida, que entrou em vigor nesta segunda-feira, terá continuidade até 31 de janeiro. Já havia uma proibição similar para viajantes vindos do Reino Unido e da África do Sul.

Além disso, o governo japonês suspendeu uma dispensa condicional de isolamento individual por 14 dias que se aplicava a japoneses e residentes estrangeiros ao reingressar no Japão após curta viagem ao exterior a negócios.

Obrigam-se a apresentar atestado de exame com resultado negativo todos os viajantes que retornem ou ingressem no país provenientes de partes do mundo nas quais a existência de variantes do coronavírus tenha sido confirmada. Os viajantes devem se submeter a exame dentro de 72 horas antes da partida do país de origem e mais um na chegada ao Japão.

O governo japonês esclarece que continuará a autorizar viagens a negócios com destino ou partida exclusivamente de dez países e um território.