Santuário japonês implementa sistema para doações em moeda eletrônica

Um santuário xintoísta da cidade japonesa de Toyama começou a usar um serviço de pagamento sem dinheiro em espécie para poder angariar doações de Ano Novo via moeda digital.

Para muitos japoneses, a visita a um santuário durante feriados de Ano Novo faz parte da cultura. Eles arremessam dinheiro dentro de caixas para doações e fazem suas preces.

O Santuário Ecchuinari em Toyama, situada na costa do Mar do Japão, implementou o novo sistema de pagamento, desenvolvido este mês por um banco regional com sede na cidade.

Através de um aplicativo de smartphone, os fiéis podem usar seus aparelhos para a leitura de um código QR exibido ao lado da caixa para doações e então digitar o valor que querem oferecer.

Segundo o santuário, o sistema foi implementado para eliminar o uso de dinheiro em espécie e promover o “novo normal”, ajudando a evitar a disseminação do coronavírus.

Um funcionário do santuário afirmou que as divindades sabem o que está acontecendo e que ouvirão as preces das pessoas mesmo que as doações sejam via moeda digital. Ele disse que considerava a digitalização das doações uma necessidade em meio à pandemia.