NHK Responde — Deve-se evitar que as crianças saiam de casa ou brinquem com amiguinhos?

A NHK responde a perguntas de ouvintes sobre o novo coronavírus. Especialistas da Sociedade Japonesa de Pediatria e do Centro Nacional de Saúde e Desenvolvimento Infantil vêm dando dicas sobre os modos de evitar que crianças contraiam a Covid-19 — em particular nesta época no Japão, onde têm início as férias escolares de inverno.

Nesta 12ª edição da série a pergunta é: “Deve-se evitar que as crianças saiam de casa ou brinquem com amiguinhos?”

Especialistas dizem ser desnecessário impedir as crianças de sair de casa ou brincar com amigos uma vez tomadas medidas preventivas de contágio. Brincar é muito importante para o desenvolvimento mental e físico infantil. Assim, se medidas para reduzir o risco de contágio forem adequadamente tomadas, as crianças poderão sair e brincar com amigos.

Ao planejar saídas na época das férias escolares, lembre-se de verificar o estado de propagação do vírus na sua localidade e nos lugares que planeja visitar. Além disso, certifique-se de que as autoridades das respectivas localidades não tenham solicitado medidas voluntárias para evitar deslocamentos.

Acredita-se que brincar na rua implique menos riscos de contágio do que brincar no lar. É preciso, porém, estar atento aos seguintes pontos:
— As crianças devem se abster de brincar na rua se apresentarem diversos sintomas semelhantes aos de gripe, como dor de garganta, tosse ou febre;
— Convém lavar as mãos depois de tocar objetos que são tocados com frequência por muitas pessoas;
— Convém lavar as mãos antes de beber ou comer;
— As crianças devem evitar ficar de frente umas para as outras ao ingerir alimentos.

Brincar dentro de casa implica mais riscos e, portanto, os seguintes pontos devem ser observados:
— Assegurar-se de que nenhuma pessoa reconhecidamente infectada esteja nas proximidades;
— Assegurar-se de que nenhum idoso ou pessoa com condição pré-existente esteja próximo;
— Assegurar-se de que as crianças e seus familiares não tenham sintomas semelhantes aos de gripe;
— Brincar somente em pequeno grupo;
— Assegurar-se de que as crianças estejam brincando com autorização dos pais;
— Convém lavar as mãos depois de tocar objetos que são tocados com frequência por muitas pessoas;
— Convém lavar as mãos antes de beber ou comer;
— As crianças devem evitar ficar de frente umas para as outras ao ingerir alimentos;
— Assegura-se de ventilar o ambiente pelo menos uma vez a cada hora.

Se viverem em área na qual a população tenha sido solicitada a se abster de sair, as crianças deverão observar as seguintes medidas:
— Só brincar com irmãos e familiares residentes no mesmo domicílio;
— Ao sair, evitar contato com estranhos.

Informações atualizadas em 25 de dezembro