NHK responde: “Os pais devem manter as crianças em casa ou deixá-las frequentar escola, jardim de infância ou creche?”

A NHK responde a perguntas dos ouvintes sobre o novo coronavírus. Perguntamos a especialistas da Sociedade Japonesa de Pediatria e do Centro Nacional para Saúde e Desenvolvimento Infantil sobre como proteger as crianças do novo coronavírus dada a aproximação das férias de inverno no Japão.

Nesta que é a décima primeira parte, respondemos à seguinte questão: “Os pais devem manter as crianças em casa ou deixá-las frequentar a escola, o jardim de infância ou a creche?”

Especialistas afirmam que não há razão para manter as crianças longe das instituições de ensino por vontade própria. A ausência só se justifica caso a criança esteja se sentindo mal ou tenha entrado em contato próximo com uma pessoa que testou positivo para o vírus.

Em áreas em que não se observaram grandes surtos, muitas das crianças infectadas acabaram contraindo o vírus de adultos que vivem na mesma casa, como seus próprios pais. Contudo, casos de contágio com o vírus também foram reportados em locais frequentados pelas crianças. Nessas circunstâncias, escolas, jardins de infância e creches podem ter que fechar as portas por um determinado período caso algum aluno seja confirmado infectado pelo vírus.

Diferentes medidas serão necessárias de acordo com as circunstâncias do surto, por isso, recomenda-se seguir as instruções do governo do município onde a pessoa resida.

Se um adulto se infectar no domicílio, a criança ou todas as crianças da casa serão consideradas em contato próximo do indivíduo portador do vírus. Nesse caso, os pequenos devem ficar em casa. Além disso, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social recomenda que as crianças evitem frequentar escolas, jardins de infância ou creches caso apresentem febre leve ou outros sintomas parecidos com os de resfriados. É importante que todos sigam esta recomendação.

Descobertas recentes mostram que crianças infectadas com idade de menos de 5 anos que apresentam sintomas expelem uma quantidade relativamente grande do vírus. Também sabe-se que muitas crianças infectadas são assintomáticas e o vírus continua a ser expelido pelas fezes por um longo período. Adultos que passam muito tempo ao redor de crianças precisam tomar os devidos cuidados tais como lavar as mãos com frequência e usar máscara.

Estas informações são referentes ao dia 24 de dezembro e podem ser conferidas no site do serviço em português da NHK WORLD-JAPAN na internet ou na página oficial da NHK no Facebook.